Patrocinadores:


Platinium:

Pierre FabreBial
O Fluxo Digital VS Analógico na Estética e Reabilitação Oral: como a tecnologia está a mudar os protocolos de tratamento na medicina dentária atual

2018-04-17   21:00





Duração de 2 horas
Lisboa - Sede Nacional
GPS 38.762697 , -9.161071
Orador: Carlos Falcão

ocultar

Inscrições

As inscrições decorrem de 2018-02-09 17:00 até 2018-04-17 17:00. As inscrições estão encerradas.

 

CV do palestrante
- Licenciatura em Medicina Dentária pela Universidade do Porto;
- Pós-graduação em Prótese sobre Implantes pela Universidade Complutense de Madrid;
- Mestrado em Odontologia Estética pela Universidade Complutense de Madrid;
- Mestrado em Bioestatística aplicada em Ciências da Saúde pela Universidade de Sevilha
- Doutoramento em Odontoestomatologia pela Universidade de Sevilha com a classificação ´Sobresaliente cum laude´
- Professor Auxiliar de Prostodontia Fixa no Mestrado Integrado em Medicina Dentária da Universidade Fernando Pessoa;
- Docente convidado do Mestrado de Periodontologia e Osteointegração da Universidade de Sevilha;
- Docente convidado do Mestrado em Odontologia Estética da Universidade Complutense de Madrid;
- Diretor do Master em Estética e Reabilitação Oral pela Universidade Politécnica da Catalunha;
- Fellow do grupo I.T.I
- Diretor clínico e científico do Porto Dental Institute
- Prática privada exclusiva em Estética e Reabilitação Oral.


RESUMO
Nos últimos anos temos assistido a uma evolução enorme nos procedimentos restauradores, tanto em dentes naturais como em implantes. Durante a planificação do tratamento, bem como a sua execução clínica e laboratorial, têm-se introduzido passos que recorrem aos recursos tecnológicos no desenho e confeção da reabilitação final. Atualmente, o médico dentista e técnico de laboratório podem prever com enorme precisão o resultado final pretendido, e confecionar uma restauração ou prótese definitiva baseada nos parâmetros definidos desde a planificação.
Esta apresentação tem como objetivo a revisão do estado atual destes procedimentos, e como os recursos de C.A.D. (desenho) e C.A.M. (construção) estão a complementar e até a substituir os processos técnicos mais convencionais, mantendo os princípios biológicos, funcionais e estéticos pelos quais a reabilitação oral se deve guiar.

expandir

Anexos disponíveis

pdf 246.02 KB | Flyer

Patrocinadores:




Media Partner:

Saúde OralMaxillarisImprimir
Bolsa de Apoio à Investigação 2018 Patrocínio Científico SPEMD Parcerias SPEMD Formação SPEMD Revista SPEMD Comemorações de Santa Apolónia 2019 XXXIX Congresso Anual da SPEMD
Agenda
mar
16

Eventos

Comemorações de Santa Apolónia 2019

Mafra (Hotel a definir)

Junte-se a nós no Facebook e no Instagram
© 2000-2018. Todos os direitos reservados
Termos e Condições